Microsoft Edge chega a 600 milhões de usuários no PC e celular

O número total de usuários com o Microsoft Edge leva em conta quem está no Windows 10, macOS, Android, iPhone e até Linux

A Microsoft divulgou, de certa forma, a marca de 600 milhões de usuários com o Edge instalado e rodando em suas máquinas. O bom número leva em consideração todas as plataformas onde é possível utilizar o browser baseado no Chromium, incluindo até mesmo os dispositivos móveis.

O Microsoft Edge com base no Google Chrome foi lançado oficialmente no dia 15 de janeiro do ano passado, trazendo como principal mudança o motor interno que também é utilizado por outros navegadores do mercado além da solução do Google, como é o caso do Opera, Vivaldi, Amazon Silk e o Samsung Internet dos smartphones e tablets da linha Galaxy.

Quase um ano depois de seu nascimento (gestado desde dezembro de 2018), o browser da gigante do software registra 600 milhões de usuários quando somados todos os locais onde ele pode ser aberto de forma oficial: Linux (especialmente no Ubuntu, Debian, Fedora e openSUSE), Windows 7 ou superior, macOS 10.12 ou superior, tablets e smartphones rodando Android e iOS, além do sistema operacional utilizado pelos consoles Xbox One.

A informação sobre o número total de usuários está na descrição de uma vaga para engenheiro de software para a Microsoft, que fica na cidade de Hyderabad, na Índia, foi publicada no dia 30 de dezembro do ano passado e que tem o trabalho justamente na equipe responsável pelo browser Edge.

A popularidade crescente do programa tem alguns pontos chave em sua marca atual, indo desde a possibilidade de utilizar extensões feitas pelo Chrome (baixadas pela Chrome Web Store), a migração facilitada de dados de navegação, indo até mesmo o trabalho em equipe entre Microsoft e Google para o desenvolvimento mútuo.

Os frutos vêm do lado positivo do código aberto do Chromium, com retoques da Microsoft que já significaram desempenho maior no Edge, junto de menor consumo de energia em alguns computadores que também rodavam o Google Chrome – junto de outros navegadores.

Microsoft Edge com Chromium já faz parte do Windows 10

A partir do começo de junho do ano passado, a Microsoft começou a utilizar uma atualização de software do Windows 10 para trocar o Edge presente nos PCs. A liberação do update, identificado internamente como KB4559309, foi gradual durante o começo do segundo semestre e fez parte do May Update do sistema operacional.

Para o usuário final que sequer notou a alteração, a mudança foi indolor. O Microsoft Edge instalado desta forma não deixa de oferecer as mesmas senhas, sites adicionados aos favoritos, histórico de navegação e outros dados, todos migrados por completo para o novo browser. Até mesmo a interface do navegador é a mesma utilizada anteriormente.

Com informações: Windows Latest.