Google lança Chrome 68 para sinalizar sites HTTP como “não seguros”

Para tornar a navegação de seus usuários cada vez mais segura, o Google agora vai sinalizar as páginas HTTP como não seguras. Essa medida começou ontem (24/07) com o lançamento do Chrome 68.

Antes o protocolo HTTPS era usado apenas em portais que necessitam de uma segurança maior, como sites de bancos. Hoje, devido ao aumento de ataques cibernéticos que roubam dados pessoais e de intrusos que bisbilhotam a vida de outros usuários, o Google estimula o uso da criptografia para todas as páginas.

Chrome 68

Com o Chrome 68, os sites HTTP, ou seja, sem criptografia, terão um aviso de “não seguro” no canto esquerdo da barra de endereços. Segundo dados do Google, cerca de 68% das navegações pelo Chrome no Windows e Android já são seguras. Para as versões Chrome OS e macOS esse número sobe para 78%.

E mesmo com esse estímulo do Google, ainda há sites de grandes empresas que ainda não adotam o HTTPS, a maior parte deles na China. O Baidu, por exemplo, que é o quarto portal mais acessado no mundo segundo a lista Why no HTTPS, do pesquisador em segurança Troy Hunt, não tem seu portal criptografado.

No entanto, vale a pena ressaltar que isso não significa que, se o site possui certificação HTTPS, ele é totalmente seguro. É preciso ainda total cuidado com os portais que acessamos e nas informações de dados pessoais que disponibilizamos.

Referência: Tecnoblog

2 comentários em “Google lança Chrome 68 para sinalizar sites HTTP como “não seguros”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.