Sony Xperia Z1 branco chega ao Brasil

Sony traz ao mercado brasileiro mais uma opção de cor para o smartphone Xperia Z1. Trata-se de um aparelho na cor branca, que mantém as mesmas características do modelo original e também será vendido pelo mesmo preço: R$2.299, já com versão atualizada do Android 4.3 Jelly Bean.

Joe Takata, gerente de produtos da Sony no Brasil disse em nota oficial: “Considero o sucesso de vendas do Xperia Z1 por ser um produto extremamente completo, além de um design super premium, com recursos e tecnologias exclusivas da Sony.”. É válido relembrar que o Brasil é um dos poucos países a receber a função TV digital no Xperia Z1 — que ainda permite a gravação de programas.

O executivo da Sony Brasil ainda tece alguns elogios à câmera digiral integrada ao aparelho. “Outro diferencial que conquistou os consumidores, desde o seu lançamento, é a qualidade de câmera, comparada a uma câmera digital compacta”. O Sony Xperia Z1 branco estará disponível no mercado brasileiro a partir do dia 1º de fevereiro.

Fonte: Sony

Samsung Galaxy Note 3 Neo é anunciado oficialmente

Foram meses de expectativas, mas finalmente a Samsung revelou os detalhes do phablet que preparou para competir no mercado de aparelhos mais básicos. Trata-se do Galaxy Note 3 Neo, uma versão “podada” do Galaxy Note 3, contando com recursos um pouco mais simples e preço de venda mais baixo.



O Samsung Galaxy Note 3 Neo terá tela de 5,5 polegadas e resolução de 1280×720 pixels — sendo 0,2 polegadas menor do que o Note 3 e contando com resolução inferior, visto que o da empresa coreana trabalha com resolução Full HD. Os componentes internos também são um pouco mais fracos, sendo que o processador quad-core opera em clocks de até 1,6 GHz — contra 2,3 GHz do Note 3.

Por outro lado, os consumidores não terão problemas referentes aos recursos oferecidos pelo novo phablet da fabricante sul-coreana. O Galaxy Note 3 Neo contará com as funcionalidades de softwares especiais como o Air Command, Easy Clip, suporte para múltiplas janelas e também diversos outros aplicativos já conhecidos pelos consumidores da Samsung. Isso deve incluir o S Note, My Magazine e também a interface de controle Magazine UX.



Uma versão com conectividade 4G também será disponibilizada em alguns países — este será o primeiro aparelho com processador hexa-core da Samsung, inclusive. Vale dizer que este sistema hexa-core trabalha com funções divididas. São dois núcleos de 1,7 GHz para funções intensas e quatro de 1,3 GHz para recursos mais básicos. 

A versão normal, com internet 3G e recursos de hardware mais limitados, deve chegar ao mercado europeu pelo preço de 579 euros (1.890 reais). Ainda não há confirmação sobre os preços para o mercado americano.

Especificações:

  • Tela: Super AMOLED de 5,55 polegadas e resolução de 720p
  • Processador: quad-core de 1,6 GHz
  • RAM: 2 GB
  • Armazenamento: 16 GB (expansível para até 64 GB via cartão de memória micro SD)
  • Sistema operacional: Android 4.3 (Jelly Bean)
  • Câmeras: traseira de 8 MP e frontal de 2 MP
  • Conectividade: 3G, WiFi, Wi-Fi Direct, Bluetooth 4.0 e NFC
  • Bateria: 3.100 mAh

Fonte: Samsung Polônia (via Translate)Pocket NowSamMobile

Yahoo Mail é hackeado e usuários são forçados a trocar de senha



O Yahoo está forçando usuários a criar novas senhas para seu serviço de e-mails, porque ele foi hackeado. A empresa não informou quantas pessoas foram impactadas, mas ao que parece foi um número considerável, já que o Yahoo teve de sistematizar a resolução do problema.


Segundo o Yahoo, houve um esforço coordenado para obter acesso não autorizado a contas do Yahoo Mail. A lista de contatos, diz a empresa, deve ter sido obtida de um banco de dados de terceiros, e não do próprio Yahoo.

Todos os afetados receberam (ou receberão) alertas por e-mail ou SMS e só poderão recuperar a conta após uma verificação em dois passos.
O Yahoo disse que trabalha com as autoridades para tentar encontrar os responsáveis e também tomou medidas para impedir novos ataques.

Wii U receberá jogos do Nintendo DS no Virtual Console

O Wii U, atual console de mesa da Nintendo, irá receber jogos do portátil Nintendo DS em seu serviço Virtual Console, conhecido por oferecer clássicos do Super Nintendo e Nintendo 64. Ainda não há uma data para a chegada dos jogos, mas espera-se que a empresa partilhe mais informações nos próximos meses.



Não foram dados maiores detalhes sobre como os jogos do Nintendo DS funcionarão, mas uma imagem do jogo Brain Age no site oficial da Nintendo mostra as duas telas do portátil sendo exibidas ao mesmo tempo no GamePad, o controle com tela de toque do Wii U. É possível que alguns jogos possam ser jogados com a tela de cima do DS na televisão e a tela de baixo no GamePad, mas ainda não há confirmação disso.

O anúncio foi feito pelo presidente da Nintendo, Satoru Iwata, durante uma apresentação para investidores, onde admitiu que o Wii U está tendo uma baixa performance. Segundo ele, as pessoas ainda estão confusas que o Wii U seja apenas um acessório do Wii e que precisa se focar em explicá-lo melhor.
Não foi mencionado se a empresa pretende estender esse serviço também para o portátil Nintendo 3DS, já que o aparelho é retrocompatível com os jogos do Nintendo DS, porém apenas utilizando cartuchos físicos.
Fonte: Tech tudo

Com venda da Motorola, Samsung deve parar de lançar apps genéricos no Android

Após Google ter oficializado a venda da Motorola para a Lenovo, os rumores sobre um acordo de paz assinado entre a gigante de buscas e Samsung ganharam ainda mais força. A transação já havia sido antecipada pelo site re/code, que afirma que a Samsung deixará de desenvolver aplicativos próprios e passará a dar ainda mais destaque para os apps Google.



De acordo com a reportagem, as negociações entre as duas companhias tiveram início na CES 2014, que terminou no último dia 10, em Las Vegas. Uma das fontes da revista descreveu o resultado como uma “grande mudança, uma alteração radical nas poucas e últimas semanas.” Uma das possíveis consequências desse encontro será o fim ou alteração da interface Magazine UX, lançada no próprio evento nos dispositivos NotePro e TabPro. Além disso, a Samsung pode perder os serviços Media Solution Center, tais como música e vídeos, oferecidos por meio do Samsung Hub, assim como seu app WatchON.



Em um primeiro momento, o Google aparentemente saiu ganhando nas negociações. Isso porque não há qualquer indicação do que a Samsung estaria recebendo em troca dessas concessões, exceto o portfólio de patentes – vale lembrar ambas vão compartilhar patentes pelos próximos dez anos. Uma das hipóteses levantadas é a da fabricante sul-coreana ser incluída no desenvolvimento dos próximos dispositivos Nexus, projeto que as colocava como rivais até então.
Porém, se por um lado as gigantes competem em determinados mercados, por outro, elas têm forte interdependência. A Samsung é responsável por 40% das vendas dos smartphones Android, ao passo que o sistema operacional do Google e seus aplicativos são grandes fomentadores de vendas de aparelhos. O intenso clima de Guerra Fria entre as empresas, agora, parece estar perto do fim, mas tudo vai depender dos frutos da recente aliança.
Fonte: Tech tudo